Publicado por: TDM | 28 de julho de 2014

Joãozinho Feliz

O nome de acidentes geográficos pode ter sua origem de diversas formas. Alguns foram incorporados de línguas indígenas, outros remetem aos seus descobridores. Os irmãos Villas-Boas, relatam, no clássico “A Marcha para o Oeste”, que muitos dos rios que encontravam ao longo do caminho eram batizados em homenagem a membros da expedição.

Mas o Rio Joãozinho Feliz é curioso. Nascendo no sopé das primeiras elevações da porção leste da Serra do Mar no Paraná, no município de Antonina, percorre não muito mais que duas dezenas de quilômetros até unir suas águas com o Rio Nhundiaquara para logo perderem-se na Baía de Antonina.

Sobre seu nome, que também aparece como São Joãozinho Feliz, nenhuma pista. Talvez tenha sido o caso de um João que era feliz.

Fizemos água no Joãozinho sob a ponte da ferrovia Morretes-Antonina e remamos contra a força da maré até sua foz; de lá, até o porto do Barreiro, com maré favorável, quase não é necessário remar. No percurso a vegetação de floresta se mistura com várzeas. Caranguejos são inúmeros, além de garças que vez ou outra ilustram o caminho.

Ficam algumas imagens:

Feliz

Rio São Joãozinho Feliz. Bianca C. Vieira, 2014.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Feliz

Rio S. J. Feliz, próximo a confluência com o Rio Nhundiaquara. Bianca C. Vieira, 2014.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Feli

Rio Nhundiaquara. TDM, 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: