Publicado por: TDM | 2 de julho de 2011

Enferrujado

O Abrolhos. TDM, 2005.

 Da primeira vez que observei aquela mancha laranja, na ‘testa’ do Abrolhos, fiquei a pensar se seria possível estar lá. Alguns anos mais tarde, estava lá…; pendurado na mancha laranja, tentando a cada movimento, sair.

Desde 98, voltei várias vezes a esta, que é uma das mais clássicas vias de escalada no Conjunto Marumbi, a Enferrujado. A base da via é no Parque do Lineu, no chamado segundo degrau do Abrolhos. Tecnicamente fácil, a via é um convite para uma experiência real do montanhismo. São 80 metros de escalada que termina no Platô da Chegada, e daí, o famoso “trepa mato” leva ao cume do Abrolhos (1.200 m.s.n.m.)

No dia 24 de junho, Igor e eu resolvemos ir até lá…nossa empreitada começou pela Trilha das Mamonas, que liga Porto de Cima a Estação Marumbi, recortando a ferrovia. Já de início ficamos ‘enroscados’ no Túnel 1 quando o trem descia. Subimos direto ao Parque do Lineu e já iniciamos a escalada.

Depois de algumas horas alcancei o Platô e ancorei a corda para o Igor, que decidiu por jumarear a cordada final da via. Havia um mar de nuvens, que separava os cumes das montanhas, e nós, daqueles que estavam lá embaixo.

No Platô houve um “convite do silêncio” para que os olhos pudessem ver e escutar aquilo que acontece por sobre as nuvens.

Terminamos a escalada com o pôr-do-sol. Marchamos rápido montanha abaixo, já com a névoa fechando o caminho. Da base da montanha seguimos por Mamonas novamente e depois de 12 horas de atividade retornamos àqueles que lá ficaram…sob as nuvens.

Inevitavelmente as palavras de Shipton me vieram à cabeça…

Algumas imagens da escalada:

enferrujado02

Via Enferrujado. Igor R. Lenartovicz, 2011.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

enferrujado03

Trecho final da Enferrujado. TDM, 2011.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

enferrujado05

Chegada ao Platô. TDM , 2011.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

enferrujado04

Mar de nuvens. Vista do Pico Paraná do cume do Abrolhos. TDM, 2011.

 

 

Anúncios

Responses

  1. Fiquei encantada c/ suas fotos. Gostaria de estar lá p/ presenciar tão magnifico espetáculo…mas pude contemplar através do seu olhar. Obrigada! Que bom que voltou p/ àqueles que ficaram sob as nuvens. Estaremos sempre à sua espera.

  2. Sempre à sua espera com um bom vinho e muita coisa pra contar! Imagina a imagem que vc presenciou … deve ter sido lindoooo!

  3. […] O conjunto Marumbi, como é conhecido está localizado na Serra do Mar, no município de Morretes. Seu ponto culminante, o Olimpo (homenagem a montanha dos deuses e ao próprio conquistador) atinge 1.539 metros de altitude. É um ícone para qualquer um que se inicia no montanhismo no Paraná. Além do Olimpo, outros cumes fazem parte do maciço, dentre eles o Gigante, a Esfinge, a Torre dos Sinos e o Abrolhos. […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: