Publicado por: Mariana Lenartovicz | 13 de janeiro de 2010

A Congada

Um domingo de muito sol, festa de natal da cidade, as pessoas se reunindo na praça da Igreja aproveitando as barracas de comida e de brincadeiras. (não via uma barraquinha da pesca há um bom tempo). Mas o que eu mais esperava estava ainda pra acontecer: A Congada Lapeana!

Aguardei de longe e depois fui ao local onde estavam se organizando, vendo a preparação para a dança, o teatro, a música começarem. Já havia visto o documentário e a apresentação da congada por vídeo, e gostei, mas acreditei que estar ali e ver ao vivo seria com certeza um sentimento diferente. Compartilhar de algo que há muito tempo vem se fazendo e se mantém.

Claro que há mudanças, nada será como antigamente, o vigor, o local, o objetivo das pessoas que participam, que assistem, são outros valores, outros meios…a apresentação não teve a potência tão grande quanto esperava, problemas de som a competição com uma caixa de som ao lado tocando a música das paradas de sucesso, atrapalharam o enredo. Mas ouvir e ver de algumas pessoas a alegria que traz e compartilhar de algo que há muito tempo vem se fazendo e se mantendo por vontade e amor, é um privilégio.

O que mais queria saber não era a visão só de quem faz parte da Congada, na execução, mas daqueles que a faz existir pela sua presença, assistindo e acompanhando a cada ano. Não cumpri da forma que gostaria essa minha “missão”,  muitas vezes tive a impressão de estar “invadindo” com minhas perguntas. Mas pude conversar com três mulheres lapeanas: Ivonete. D. Luciana e D. Zélia, que antes de começar a Congada, gentilmente deram sua opinião, inserida no vídeo abaixo, contando o que mais gostavam dali.

Veja o vídeo que mostra um pouco dessa manifestação cultural.

 

Anúncios

Responses

  1. […] Mas samba e o Carnaval são os elementos que representam a cultura brasileira? Não sou contrário a eles, mas não me parece aceitável que sejam estes, os únicos a serem exaltados, como se fossem a expressão máxima de nossa cultura. Naquele momento recordei do Fandango caiçara e da Congada da Lapa. […]

  2. […] E isto não resulta apenas em práticas alimentares ou religiosas. Um exemplo e a própria Congada da Lapa, parcamente conhecida e ainda, arduamente, tentando manter suas […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: