Publicado por: Mariana Lenartovicz | 29 de abril de 2009

…Eclipse de um Sol de mais puro quilate…

O nosso Eldorado teve suas riquezas descobertas entre 1693 e 1698. Daí pra frente não teve paz. Várias bandeiras, expedições, conflitos, grande parte regidos pela ambição, foram explorando, modificando e também formando umas das grandes paisagens do nosso país.

“Ouro negro, eclipse de um sol de mais puro quilate, encoberto por uma camada fina de óxido de ferro”

Se hoje nos encantamos com os imensos vales, montanhas, rochas, pedras, de Ouro Preto, imaginem no séc. XVII, onde tudo estava quase intacto. Mas, também é incrível se deparar com a arquitetura das inúmeras igrejas e capelas, 17 ao todo, dos museus, das casas, todos distribuídos em uma sequência de morros, alguns nos topos e outros no vale. Não há nada como caminhar pelas ruas de Ouro Preto, mas é preciso muita disposição e fôlego para encarar as inúmeras ladeiras, que posso dizer que esbarram a medida de um ângulo reto.

A preocupação e conservação da história é o grande tema, “Ouro Preto. Nosso Passado é Nosso Futuro”, e aproveitam muito bem disso através do turismo , tendo também a indústria mineradora e metalúrgica como atividade econômica. A estrutura turística propicia um acesso maior há vários locais, porém chega a ser um pouco desgastante, há inúmeras coisas que não podemos ver senão “contribuirmos”.  Às vezes imaginava como seria estar ali sem que tudo estivesse voltado para esse comércio.

Vale a pena conhecer o Pico do Itacolomi, com seus 1672m, que em tupi-guarani quer dizer “a pedra e o menino”. Há uma richa para definir a quem pertence o pico: Ouro Preto ou Mariana, pois ele constitui o Parque do Itacolomi, que fica nas duas regiões. Parece-me que Ouro preto sai ganhando, pois antigamente as pessoas usavam o pico como ponto de referência geográfica mais importante para as bandeiras que descobriram o ouro no séc XVII,  e também para a localização da cidade. Quatro horas de caminhada, cadeias de montanha no horizonte, vento forte, grandiosidade, uma força maior!

Os mineiros são bem acolhedores, discretos, mas quando começam a prosear pegam no embalo! Em meio aos moradores mais recentes, que promovem a divulgação das inúmeras qualidades turísticas, encontramos os olhares já acostumados dos que vivenciaram muita coisa por aquelas ruas. Olhares das janelas das casas simples, dos portões dos casarões, das ladeiras, onde sentimos que ali se encontram as verdadeiras histórias…

Viajar é como abrir portas. Todos tem um grande molho de infinitas chaves, e é preciso ir aos poucos, fazer escolhas. Abrir com toda cautela possível ou simplesmente quebrar a maçaneta. Mas podemos trocar todas as chaves por uma só, a coragem. É essa que sacia a nossa fome de espírito, que nos leva a lugares em que podemos entender , nem que por um segundo, a razão de viver, em que o mistério de Deus desvenda-se aos nossos olhos, e que já não há diferença entre o nosso interior e o interior do mundo…

Por Mariana Lenartovicz

Por Mariana Lenartovicz

 

 

 

 

 

 

 

Por Mariana Lenartovicz

Por Mariana Lenartovicz

Por Mariana Lenartovicz

Por Mariana Lenartovicz

Por Mariana Lenartovicz

Por Mariana Lenartovicz

Anúncios

Responses

  1. É bom poder viajar através de suas palavras…agora quero ir…

  2. Amizade do céu…
    Se vai ser muito famosa mesmo..
    parabens pelo texto…

    Você tem Dom com as palavras..

    Beijos e sucesso sempre na sua vida

  3. Vc, foi na minha Minas Gerais, que maravilha!!!
    ñ é linda de bunita a Ouro Preto?
    Eu vim di lá, eu vim di lá piquinininha…
    Amei seu documentário.
    Obrigadááááááááá´!!!!!!!
    Penha

  4. Má, vc sabe da minha alegria em ver vc ir…Depois receber vc, ouvir suas histórias…ver as fotos e agora ler este texto tão bem escrito, que me leva até lá, me encanta e me faz amar este “jeitinho” mineiro de ser.Adorei, não deixe de escrever!!!E não deixe de sempre abrir suas portas…Beijos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: