Publicado por: TDM | 23 de maio de 2008

Indiana Jones

Durante esta semana, enquanto aguardava a estréia do quarto filme da série Indiana Jones (Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal, 2008), acompanhei algumas entrevistas e notas sobre a estréia do filme no Estados Unidos. A que mais me chamou à atenção foi à entrevista de uma americana que se dizia decepcionada. Ontem quando assisti ao filme entendi o porque desta decepção.

Desta vez o arqueólogo se aventura pela América do Sul, em busca de uma cidade perdida chamada Atakor. O filme segue a mesma seqüência de aventuras dos anteriores; o herói com um chicote e um espírito aventureiro desvendando mistérios através de terras desconhecidas.

Eu já havia lido alguma coisa sobre uma suposta cidade perdida na América do Sul. O fascínio por esta descoberta trouxe ao Brasil o coronel inglês Percy Harrison Fawcett em 1906. Após realizar algumas expedições ele desaparece na Serra do Roncador em 1925. Sua misteriosa cidade nunca foi descoberta e seu corpo nunca encontrado (foi provavelmente morto pelos índios do Alto Xingu). A história deste coronel é bastante famosa e algumas matérias e até um livro publicado no Brasil asseguram que o personagem Indiana Jones foi inspirado nele. Não sei…não conversei com Lucas sobre isto!

Algumas referências no filme podem ser verificadas no livro Cidades Perdidas e Antigos Mistérios da América do Sul (autor David Hatcher Childress – Editora Siciliano, São Paulo, 1987), especialmente sobre as ruínas de uma cidade perdida na Amazônia chamada Akakor.

Voltando ao filme: não fiquei decepcionado, muito pelo contrário, foi emocionante rever Indiana Jones após 19 anos de sua última aventura (Indiana Jones e a Última Cruzada, 1989). Mas assistiam o filme com os olhos de criança de antes, não com os mesmo olhos de adultos chatos daquela americana que se disse decepcionada.

 Vão aos cinemas….e se deixem aventurar no reino da caveira de cristal.

Obs: Algumas imagens são das Cataratas do Iguaçu; você já foi lá?

Anúncios

Responses

  1. Pode deixar, eu to louca de vontade de ver o filme e me entregar a aventura dele. Sempre adorei Indiana e fiquei feliz com sua volta.
    Abraços.

  2. […],imagino a sua alegria de ver novamente Indiana Jones!Quantas vezes vc assistiu os outros…Realmente, algumas coisas que revemos ou fazemos é preciso ter olhos especiais ou de criança. […]. Muitas emoções p/ vc […]!

  3. Fomos assistir o filme no domingo e achamos que ele continua muito atual, não perdendo nada para outros na mesma categoria. O Fábio achou muito viajado o lance dos macacos, mas prá mim é arte e ousadia.Tiago se puder assista “Antes de partir”, é ótimo.

  4. Olá!Como é bom poder ler sua opinião tão sábia e observar esse seu olhar tão cuidadoso sobre muitos assuntos. Este em especial, pela sua disponibilidade interna de se permitir olhar e sentir, respeitando a criança crescida que na verdade somos. Recordar um passado que esta sempre muito presente em nossas vidas.Um passado que além de alguns fantasmas, também nos remete à momentos onde a fantasia nos tornava menos incrédulos,mais otimistas e mais humanos.Adorei também assistir ao filme,quando escutei a trilha sonora,esqueci que naquele momento eu era a mãe que estava levando os meus baixinhos ao cinema,parecia que eu tinha a mesma idade deles. Que delícia poder por instantes esquecer a própria idade!!!Beijos. Te adoro! Continue sempre, através de suas opiniões, fazendo com que as pessoas possam refletir e se identificar com um olhar mais maduro e crítico frente aos desafios atuais do nosso dia a dia. Se cuida e até breve!!!Com carinho de sua amiga Luciana.Quem sabe um dia,teremos as suas sábias colocações impressas em um livro?!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: